Banner

Galeria de Vídeos

Madre Teresa de Calcutá (1910-1997)


Se você não puder alimentar cem pessoas, alimente pelo menos uma.

Não podemos mostrar a Cristo nosso amor, porque não podemos vê-Lo. Mas diariamente encontramos nossos vizinhos - podemos fazer por eles o que gostaríamos de fazer por Cristo.

O amor, para ser verdadeiro, tem de doer. Não basta dar o supérfluo a quem necessita, é preciso dar até que isso nos machuque.

Dê ao mundo o melhor de você. Mas isso pode não ser o bastante. Dê o melhor de você assim mesmo. Veja você que, no final das contas, é tudo entre VOCÊ e DEUS. Nunca foi entre você e os outros.

Quando uma mãe pode matar seu próprio bebê, o que resta da civilização para ser salvo?

Um país que aceita o aborto não está a ensinar os seus cidadãos a amar, mas a usar a violência para obterem o que querem. É por isso que o maior destruidor do amor e da paz é o aborto.

O pior mal do nosso tempo é a comunhão na mão.

As pessoas boas merecem nosso amor; as pessoas ruins, precisam dele...

A todos os que sofrem e estão sós, dai sempre um sorriso de alegria. Não lhes proporciones apenas os vossos cuidados, mas também o vosso coração.

Meu segredo é simples; eu rezo!

Se nós aceitamos que uma mãe pode matar até mesmo seu próprio filho, como é que nós podemos dizer às outras pessoas para não se matarem?

A falta de amor é a maior de todas as pobrezas.

Deus não me chamou para fazer sucesso, mas pare ser fiel.

A nossa vida, para que seja rica em frutos, deve encher-se de Cristo; para poder comunicar paz, alegria e amor, devemos tê-los dentro de nós, porque ninguém dá o que não tem.

As pessoas mais felizes nem sempre têm o melhor de tudo. Somente, tiram o melhor de tudo o que encontram em seu caminho.

Pesquisa

Últimas notícias



SIGA-NOS NAS REDES SOCIAS


FACEBOOK

INSTAGRAM


 


 

Quem está Online

Nós temos 100 visitantes online